tem coisas que precisam se resolver, seja de que forma for...

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Desfecho

Recolho os cacos,
Abro os armários
E extirpo a dor.
Me lanço aos farfalhos
De luz que clareiam o horizonte
Brando,
E findo o torpor.
Do pranto branco esmorecido
Aos rumores lentos ao pé do ouvido,
A sussurrar avidez sublime.
Sensatez me comprime
A contenção dos desejos,
O gosto amargo além dos beijos
É sôfrego.
E cobiça saciação plena em meio à escuridão
Serena,
Que lhe incita à ação tempestuosa
Rumo ao desfecho desta história.

.

2 comentários:

Franciscus Danton disse...

Um dia, um amigo me disse assim: - Meu pai sempre diz uma coisa muito interessante quando eu digo que as coisas não vão bem!

Então perguntei: - E o que é?

Ele respondeu: - Se as coisas não estão bem, é porque ainda não chegou ao fim! Por que, tudo, tudo sempre acaba bem!

(:

Victor Canti disse...

todo fim dá origem a um começo, se o terreno que plantas for fértil, há de conceder bons frutos..